A Analoc em parceria com a Sisloc, criou um sistema chamado Renabem (Registro Nacional de Bens Móveis).

Postado em: 21 de outubro de 2020

Renabem – Registro Nacional de Bens Móveis

A Analoc em parceria com a Sisloc, criou um sistema chamado Renabem (Registro Nacional de Bens Móveis).
Disponível em formato web, mas compatível na versão mobile. O Renabem será um grande aliado contra o roubo de máquinas, o sistema vai reunir diversos dados que vão ajudar quem enfrenta problemas constantes de roubos de máquinas da linha amarela.

A plataforma funcionará de forma colaborativa. Os dados serão alimentados pelos proprietários das máquinas que, porventura, tenham sofrido roubos de máquinas ou tentativas. O sistema irá apresentar também qual tipo de máquina foi roubada, além do dia, hora e local.

Os locadores e fabricantes poderão cadastrar também todas as máquinas, independente de terem sido roubadas. O sistema precisa ter a maior massa de dados possível. O cadastro é feito com número de série, fabricante, grupo, patrimônio, Renavam e chassi.

O Renabem permitirá que todos os usuários consultem as ocorrências de roubo dentro da plataforma. O Presidente da Analoc, José Antônio, explicou que hoje locadores e fabricantes possuem suas próprias informações, mas não conversam entre si quando há casos de roubos. O aplicativo vai ajudar a compilar os dados para as seguradoras públicas e privadas. “O Renabem não conseguirá evitar os roubos, obviamente, mas pretende divulgar rapidamente e com grande abrangência territorial a ocorrência de um sinistro, dificultando a circulação e a comercialização de máquinas roubadas em todo o país”, explica o Presidente.

Além das notificações, medidas preventivas, o Renabem vai ter um campo personalizado dedicado às ocorrências das máquinas. O Presidente José Antônio adianta que empresas do segmento vão ter um canal único de comunicação. O objetivo da criação dessa plataforma é gerar comunicação entre proprietários de máquinas (locadores ou não), fabricantes e principalmente autoridades de segurança.

Estima-se que a ação dos ladrões provoque um prejuízo de pelo menos de R$100 milhões/ano, o que se reflete no preço dos fretes e seguros. A plataforma também irá ajudar bastante a segurança de máquinas em regiões mais remotas devido ao sistema de rastreamento.

Renabem (Registro Nacional de Bens Móveis) foi lançado no dia 19 de outubro de 2020. Locadores e fabricantes que tiverem interesse em fazer cadastro na plataforma, pagarão uma anuidade de R$1.200,00. Adesões feitas até o dia 31/12/2020 terão descontos promocionais de 60% – R$480,00 no primeiro ano de uso.

O pagamento é feito através da Sympla: https://www.sympla.com.br/renabem—registro-nacional-de-bens-moveis__1023827  por meio de cartão de crédito ou boleto.

Clique aqui, acesse o site http://renabem.com.br  e cadastre suas máquinas via web, não perca tempo!

Qualquer dúvida é só entrar em contato nos canais de comunicação ou telefone da Analoc: (31) 3375-8485.